São Paulo 1977

Campeão Brasileiro (Copa Brasil)

“O esquadrão são-paulino pisou no gramado do Mineirão no dia 5 de março de 1978 colocando na balança mais contras do que prós para a finalíssima."

"

Defesa:

1.Waldir Peres; 2.Getúlio, 3.Estevam, 6.Bezerra e 4.Antenor;

Meio-Campo:

5.Chicão, 8.Neca e 10.Teodoro

Ataque:

7.Mirandinha, 9.Serginho e 11.Zé Sérgio


Técnico: Rubens Minelli

Na tarde de 19 de fevereiro de 1978 o São Paulo entrou em campo para a última partida válida pela Terceira Fase do Campeonato Brasileiro. A competição denominada Copa Brasil, iniciada em outubro de 1977, terminou somente no ano seguinte por falta de calendário. Com a vitória sobre o Grêmio por 3 x 1 o São Paulo ficou em primeiro lugar no seu grupo e começou a arrancada em direção à taça.


A formação acima iniciou a partida contra o Tricolor gaúcho sem a presença de um de seus principais destaques, o meia uruguaio Darío Pereyra. O lateral-direito Getúlio abriu o placar cobrando falta aos 23 minutos do primeiro tempo, o centroavante Serginho ampliou aos 40 da mesma etapa e Mirandinha marcou o terceiro aos 8 do segundo tempo. O ponta-esquerda Éder descontou, cobrando pênalti aos 34 da etapa final.


Com essa vitória o Tricolor do Morumbi abriu 4 pontos sobre o time de Porto Alegre e encerrou a fase em primeiro lugar, conquistando vaga para as Semifinais, que foram disputadas contra o Operário nas duas semanas seguintes. Após superar a equipe do Mato Grosso do Sul com uma vitória de 3 x 0 em casa e uma derrota de 0 x 1 na cidade de Campo Grande, a equipe paulista seguiria para Minas Gerais onde enfrentaria o favorito Atlético Mineiro em partida única para decidir o título.


O esquadrão são-paulino pisou no gramado do Mineirão no dia 5 de março de 1978 colocando na balança mais contras do que prós para a finalíssima. No banco de reservas contava com um técnico campeão das duas últimas temporadas como trunfo. Rubens Minelli carregava duas taças do Brasileiro conquistadas com o Internacional em 1975 e em 1976, mas com os gols de Serginho, suspenso, não.


Tecnicamente inferior, com 10 pontos a menos que o Atlético na classificação geral e com um Mineirão lotado torcendo contra, ao elenco do São Paulo Futebol Clube sobrava raça e determinação. A disposição garantiu o empate em 0 x 0 no tempo normal e na prorrogação, enquanto a manha de Waldir Peres desconcentrou os atleticanos e empurrou sua equipe para a vitória nas cobranças de pênalti (3 x 2). Tricolor Campeão.

Botões & Esquadrões é um incentivo à prática do Futebol de Botão e uma homenagem a equipes que marcaram época no futebol brasileiro e mundial.


83 visualizações

Posts recentes

Ver tudo

© 2011-2021 Botões & Esquadrões em Wix.com