• Moisés Correia

PSV 1988-1989

Vice-Campeão Copa Intercontinental

"... para reforçar ainda mais o elenco, o brasileiro Romário Faria, que marcou na decisão mostrando a eficiência de sempre com apenas 22 anos."

"

Defesa:

1.Van Breukelen, 2.Gerets (belga), 4.Ronald Koeman, 3.Koot e 5.Heintze (dinamarquês)

Meio-Campo:

6.Lerby (dinamarquês), 7.Van Aerle, 8.Vanenburg e 11.Ellerman;

Ataque:

10.Kieft e 9.Romário (brasileiro)

Técnico: Guus Hiddink

Estádio Olímpico de Tóquio, 11 de dezembro de 1988, o cronômetro marca quase 15 minutos do segundo tempo da prorrogação, o placar aponta 2 gols para o PSV Heindhoven e 1 para o Nacional do Uruguai. O time holandês se prepara para comemorar o título da Copa Intercontinental, que o levaria à condição de campeão do mundo.


Mas em questão de segundos o desfecho da grande finalíssima muda de de rumo. O volante uruguaio Santiago Ostolaza se manda para a área e desfere um cabezazo na bola alçada do escanteio para arrancar o empate. O 2 x 2 ao final da prorrogação abafa o grito de campeão dos holandeses e leva a decisão para tiros livres da marca de pênalti.


Após as cobranças, 7 x 6 para o time de Hugo De León, adiando aquele que seria o primeiro título mundial do Philips Sport Vereniging*. Campeão da Taça dos Clubes Campeões Europeus ao superar o Benfica de Portugal também nos pênaltis, o esquadrão da cidade de Heindhoven sucumbiu à persistência do adversário da cidade de Montevidéu.


O entrosamento do grupo comandado por Guus Hiddink passava pelos campeões do Campeonato Europeu de Seleções pela Holanda em junho daquele mesmo ano. O goleiro Hans van Breukelen, o zagueiro Ronald Koeman, os meio-campistas Berry Van Aerle e Gerald Vanenburg, e o atacante Wim Kieft formavam uma espinha dorsal sólida.


Entre os destaques estrangeiros do PSV estavam o experiente lateral-direito belga Eric Gerets, o volante dinamarquês Soren Lerby, e para reforçar ainda mais o elenco, o brasileiro Romário Faria, que marcou na decisão mostrando a eficiência de sempre com apenas 22 anos. O título ficou pelo caminho, mas não foi por falta de um legítimo homem gol.

*União de Esportes Philips

Botões & Esquadrões é um incentivo à prática do Futebol de Botão e uma homenagem a equipes que marcaram época no futebol brasileiro e mundial.


© 2011-2020 Botões & Esquadrões em Wix.com