Náutico 1975

11º Lugar Campeonato Brasileiro (Copa Brasil)

"...o Alvirrubro contou com nomes como o zagueiro Beliato, ex-Palmeiras e futuro campeão brasileiro pelo Inter em 1979, o volante Pedro Omar, ex-Flamengo, o goleiro Neneca, campeão brasileiro pelo Guarani de Campinas em 1978 e o atacante Jorge Mendonça..."

Defesa:

1.Neneca, 2.Miguel, 3.Beliato, 4.Sidcley e 6.França;

Meio-Campo:

5.Pedro Omar e 8.Juca Show;

Ataque:

7.Dedeu, 10.Vasconcelos, 9.Jorge Mendonça e 11.Lima

Técnico: Orlando Fantoni

Décimo primeiro lugar entre os 42 times do Campeonato Brasileiro de 1975, o Clube Náutico Capibaribe mostrou bom futebol sob o comando do técnico Orlando Fantoni, chegando à Terceira Fase da competição com possibilidade de sonhar com as Semifinais.


No Grupo B, o time de Recife disputou uma das duas vagas com os rivais estaduais Santa Cruz e Sport, Internacional de Porto Alegre, Flamengo, São Paulo, Grêmio e Portuguesa de Desportos, ficando em oitavo. Eliminado, mas com uma honrosa colocação diante de tantas pedreiras, o Timbu mostrou sua força.

Naquele ano, o Alvirrubro contou com nomes como o zagueiro Beliato, ex-Palmeiras e futuro campeão brasileiro pelo Inter em 1979, o volante Pedro Omar, ex-Flamengo, o goleiro Neneca, campeão brasileiro pelo Guarani de Campinas em 1978 e o atacante Jorge Mendonça, seu principal destaque. O jogador carioca, revelado pelo Bangu em 1972 e negociado com o Náutico em 1973 brilharia ainda mais atuando pelo Palmeiras a partir de 1976, e chegaria ao auge da carreira ao disputar a Copa do Mundo da Argentina em 1978 com a camisa da Seleção Brasileira.


Abaixo, áudio com narração do gol da vitória do Náutico contra o Flamengo no Arruda, no dia 27 de agosto de 1975, pela 3ª Rodada da Primeira Fase.

Botões & Esquadrões é um incentivo à prática do Futebol de Botão e uma homenagem a equipes que marcaram época no futebol brasileiro e mundial.

© 2011-2020 Botões & Esquadrões em Wix.com