• Moisés Correia

Flamengo 1981

Campeão Mundial

“Tenho certeza que o Flamengo será campeão mundial de clubes porque acho que está escrito.” Cláudio Coutinho

Defesa:

1.Raul; 2.Leandro, 13.Marinho, 4.Mozer e 5.Júnior; Meio-Campo: 6.Andrade, 8.Adílio e 10.Zico; Ataque: 7.Tita,  9.Nunes e 11.Lico Técnico: Paulo César Carpegiani


O primeiro time brasileiro a disputar a Copa Intercontinental deu show em Tóquio, o Flamengo jogou uma das partidas tecnicamente mais perfeitas da sua história diante de um atônito Liverpool, um dos esquadrões mais fortes da Europa, campeão da Taça dos Clubes Campeões daquele ano ao superar o Real Madrid. Mal o primeiro tempo havia acabado quando Nunes, ao 41 minutos, fechou o placar de 3 x 0. Zico, pra variar, não marcou, mas foi co-autor dos três gols, com dois passes fantásticos para o camisa 9, o "Artilheiro das Decisões e uma cobrança de falta que obrigou Grobbelaar,  goleiro sul-africano do Zimbábue, a dar rebote aproveitado por Adílio.


O quase imbatível esquadrão rubro-negro, que brilhou intensamente na Terra do Sol Nascente no dia em que a alegria de ser rubro-negro se espalhou pelo mundo inteiro. E assim se cumpria a profecia do técnico Cláudio Coutinho (1939-1981): “Tenho certeza que o Flamengo será campeão mundial de clubes porque acho que está escrito”. Dito e feito.


Botões & Esquadrões é uma homenagem a equipes que marcaram época no futebol brasileiro e mundial.

© 2011-2020 Botões & Esquadrões em Wix.com