• Moisés Correia

Coritiba 1985

Campeão Brasileiro


Ênio conseguiu armar uma equipe competitiva apostando na força física, já que contava com peças tecnicamente modestas em sua equipe."

Defesa:

1.Rafael;

2.André, 3.Gomes, 6.Heraldo e 4.Dida;

Meio-Campo:

5.Almir, 8.Marildo e 10.Tóbi;

Ataque:

7.Lela, 9.Índio e 11.Édson.

Técnico:

Ênio Andrade


Até chegar ao Maracanã na noite de 31 de julho de 1985 para enfrentar o Bangu na finalíssima do Campeonato Brasileiro, realizada em partida única, diante de um público de mais de 90 mil pessoas, o Coxa teve altos e baixos. Foram 29 jogos onde venceu 12, empatou 7 e perdeu 10 vezes. Entre os fatores fundamentais para a conquista estava o  técnico Ênio Andrade. Campeão brasileiro invicto com o Internacional em 1979, e com o Grêmio em 1981. Ênio conseguiu armar uma equipe competitiva apostando na força física, já que contava com peças tecnicamente modestas em sua equipe. A proposta de jogo do técnico gaúcho deu certo, e o Coritiba, longe de ser favorito ao título, superou a forte equipe do Bangu em um Maraca lotado, que apoiava maciçamente o time carioca. Mas o Esquadrão do Coxa , após disputa por pênaltis, surpreendentemente se transformou em campeão do Brasil, e de quebra, dentro do maior estádio do mundo.

Botões & Esquadrões é uma homenagem a equipes que marcaram época no futebol brasileiro e mundial.

© 2011-2020 Botões & Esquadrões em Wix.com