Boca Juniors 1981

Campeão Torneio Metropolitano

“El 10 desequilibrava e garantia a cada jogo do Metropolitano um festival de dribles desconcertantes, gols antológicos e passes decisivos.

Defesa:

1.Gatti, 4.Pernía, 2.Passucci, 6.Mouzo e 3.Córdoba;

Meio-Campo:

5.Alves, 8.Quiroz e 10.Maradona;

Ataque:

7.Escudero, 9.Brindisi e 11.Perotti

Técnico: Silvio Marzolini

Acima, escalação do jogo contra o Huracan, válido pela Terceira Rodada da competição no dia 8 de março de 1981. Escudero aos 3 e Brindisi aos 45 minutos do segundo tempo marcaram os gols da vitória fora de casa por 2 x 0.

Para superar o Club Ferro Carril Oeste na tabela e chegar em primeiro no Torneio Metropolitano o Boca Juniors contou com a experiência do goleiro Hugo Gatti e do zagueiro Roberto Mouzo e de reforços como o atacante Miguel Angel Brindisi e, principalmente, Diego Armando Maradona.


Enquanto a diferença na pontuação foi mínima, em campo El 10 desequilibrava e garantia a cada jogo do Metropolitano um festival de dribles desconcertantes, gols antológicos e passes decisivos. Diego marcou 17 vezes, se tornando o artilheiro do Torneio a exemplo do ano anterior, quando foi vice-campeão defendendo o Argentinos Juniors.


Mas foi somente na antepenúltima rodada que o time se desgarrou ao vencer por 1 x 0 seu concorrente direto no Estádio La Bombonera. No confronto contra o Ferro Carril, pela 32ª rodada, o ponta-esquerda Hugo Osmar Perotti balançou a rede aos 35 minutos da segunda etapa após receber lançamento em profundidade de Maradona.


Àquela altura, sem poder ser alcançado, o Boca consolidou o título. Na 34ª e última rodada o empate em 1 x 1 contra o Racing Club levou a equipe a 50 pontos. Com o 3 x 0 sobre sobre o Platense, o Ferro chegou a apenas 49. Após 20 vitórias, 10 empates e 4 derrotas a festa dos Xeneizes estava completa.

Botões & Esquadrões é uma homenagem a equipes que marcaram época no futebol brasileiro e mundial.


Posts recentes

Ver tudo

© 2011-2021 Botões & Esquadrões em Wix.com