Marca Botões e Esquadrões
Mais um super esquadrão do início dos anos 80, a Roma do Rei Falcão e do austríaco Prohaska.
A equipe italiana conquistou o seu segundo scudetto depois de 41 anos. 

Mas não foram apenas os estrangeiros os principais responsáveis pela quebra do longo jejum, o zagueiro Vierchowod, o grande meia Di Bartolomei (capitão), o ponta-direita Bruno Conti e o centroavante Pruzzo tiveram participação decisiva.
Defesa:
Tancredi; Nappi, Vierchowod, Nela e Maldera;
Meio-Campo:
Falcão, Di Bartolomei e Prohaska;
Ataque:
Bruno Conti, Pruzzo e Iorio.
Técnico: Nils Liedhom (sueco)


Comentários

Desenvolvido com por tavares.in