Marca Botões e Esquadrões
A Seleção do El Salvador não fez mais do que dela se esperava no Mundial de 82. Tecnicamente limitada e em plena guerra civil no país localizado na AAmérica Central, sua delegação chegou à Espanha psicologicamente abalada (ver matéria abaixo). 

O 10 x 1 logo na estreia contra a Hungria, placar mais elástico de todas as Copas, comprovou a fragilidade da equipe. As derrotas contra a Bélgica (0x1) e o 0x2 contra a Argentina, em seguida, foram "lucros". 

Mesmo diante de situações adversas e da histórica derrota contra os húngaros, os salvadorenhos se orgulharam de ter disputado, pela segunda vez, a competição mais importante do planeta.

Defesa:
1.Guevara; 3. Jovel, 4.Recinos, 5.Fagoaga e 12.Osorto;
Meio-Campo:
8.Rugamas, 7.Aquino e 10.Huezo;
Ataque:
16.Alfaro, 9.Francisco Hernández e 11.González.
Técnico: Mauricio "Pipo" Rodríguez
 A Seleção Salvadorenha utilizou durante toda a Copa o uniforme branco. 
 
Revista PLACAR 14.05.1982

Comentários

Desenvolvido com por tavares.in